A Travellerspoint blog

Jerusalém: a cidade de várias faces

sunny
View RTW - 2010 on flaviaU's travel map.

A chegada a Jerusalém já mostrou sinais de tensão, logo que desembarcamos do ônibus na estação central nos deparamos com um detector de metais e tivemos as nossas mochilas revistadas por meninos de 18 anos armados, talvez um choque para os turistas, mas para os moradores não, faz parte da rotina da cidade. Em Israel o serviço militar é obrigatório, completando 18 anos, tanto do sexo masculino como do feminino, homens devem servir por 3 anos e mulheres por 21 meses, com algumas exceções. Existem diferentes divisões no exercito ou “IDF”, serviço de inteligência, policia Israelita, guardas de fronteiras, serviço de defesa nacional, entre outros, cada um com uma cor de uniforme diferente e distribuídos entre os vários portões de entrada da cidade antiga, com o propósito de manter a cidade segura.

Jerusalém é uma das cidades mais antigas do mundo, a cidade antiga esta localizada dentro de Jerusalém e cercada por muros e portões, uma cidade santa para varias religiões, Judeus, Muçulmanos e Cristãos . A cidade antiga possui apenas 0.9 quilômetros de extensão e hospeda os principais pontos religiosos, entre eles a Esplanada das Mesquitas, o Muro das lamentações, o Santo Sepulcro, a Cúpula da Rocha e a Mesquita de Al-Aqsa, a cidade é dividida em quatro quarteirões, ainda que os nomes usados hoje (os bairros armênio, cristão, judeu e o muçulmano) foram introduzidos por volta do século XIX. No curso da história, Jerusalém foi destruída duas vezes, sitiada 23 vezes, atacada 52 vezes, e capturada e recapturada 44 vezes. E mesmo com todas essas mudanças a cidade ainda está construindo a sua historia, cada rosto retrata as estórias e as tragédias de varias gerações, em busca de paz. Eu nunca imaginei que a cidade antiga de Israel fosse tão cheia de vida, andando pelas ladeiras e ruas sem saída, sentindo o cheiro dos temperos e dos doces recém saídos do forno, vendo varias gerações de diferentes religiões e nacionalidades convivendo juntas, sinagogas, mesquitas e Igrejas. Entre as ruas estreitas, meninos jogando futebol, a maioria fãs do futebol brasileiro, meninos que nasceram dentro na cidade antiga, inocentes, mas já condenados pela historia.

Jerusalém possui varias faces, o sorriso do vendedor Árabe na esquina do hotel tentando nos vender o espetinho de carne inúmeras vezes ao dia, os rostos dos Judeus Ortodoxos virados para o lado oposto de qualquer mulher que passe ao seu lado, os olhares curiosos debaixo dos véus das mulheres muçulmanas, os grupos de cristãos rezando e andando de mãos dadas pelas calçadas em volta da cidade antiga e os pensamentos duvidosos dos que não possuem nenhuma religião. Mesmo não sendo uma pessoa praticante de nenhuma religião, estar em Jerusalém me fez sentir viva, é um lugar emocionante, ate as paredes do lugar parecem ter vida, nada como um pouquinho de espiritualidade para renovar as energias e seguir em frente.

Continuamos a nossa aventura pela “terra sagrada” percorrendo as ruínas Romanas de Massada, boiando nas águas salgadas do mar morto e seguindo em direção ao norte, para a cidade liberal de Tel Aviv, nadar nas praias do mediterrâneo e para uma visita em Haifa, onde vamos rever uma amiga querida.

Posted by flaviaU 09:43 Archived in Israel

Email this entryFacebookStumbleUponRedditDel.icio.usIloho

Table of contents

Comments

Acredito que Jerusalem seja uma cidade cheia de mistérios e crenças ,gostaria muito de poder visita-la um dia ,quem sabe um dia vocês poderão ser nossos guias em Israel. Aproveitem para refletir sobre a religiosidade que envolve a história dessa cidade. Beijo MOM.

by lenita perin

Comments on this blog entry are now closed to non-Travellerspoint members. You can still leave a comment if you are a member of Travellerspoint.

Enter your Travellerspoint login details below

( What's this? )

If you aren't a member of Travellerspoint yet, you can join for free.

Join Travellerspoint